Medianeira: Bombeiros são acionados para capturar cobra cascavel no Loteamento Florença

8.789

Publicada 12 de Abril, 2024 às 08:06

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Um vídeo enviado à redação do Guia Medianeira por um morador do Loteamento Florença, no Bairro Jardim Irene, em Medianeira, mostra o trabalho que os Bombeiros tiveram para conseguir capturar uma cobra cascavel na noite da última quinta-feira (11).

Segundo o morador, após perceber a presença da serpente no pátio de sua residência, na Rua Padre Antão, que fica próxima à uma área de mata, ele acionou o Corpo de Bombeiros para fazer a remoção dela, antes que causasse algum acidente. A cobra capturada foi realocada para uma área de mata distante da cidade.

O ciclo reprodutivo das cascavéis brasileiras normalmente é bianual, ou seja, ocorre a cada dois anos, e ocorre em períodos de altas temperaturas e baixa precipitação, o que também é um dos fatores do maior número de avistamentos desses animais fora das áreas de mata nesse período, aliado à busca por alimento, principalmente pequenos roedores (ratos).

É importante manter distância, pois o veneno da cascavel pode causar uma série de efeitos no corpo da pessoa que é picada, como inchaço, dor, necrose dos tecidos, problemas circulatórios com sangramento excessivo e problemas relacionados à coagulação, e problemas no sistema nervoso, causando fraqueza e até paralisia. O veneno também pode ter efeitos tóxicos nos rins, causar problemas respiratórios e até falências nos órgãos e óbito se não houver tratamento.

A principal orientação de como proceder ao avistar uma cobra é, se possível, deixar que a serpente saia daquele ambiente e siga seu caminho até uma área de mata, abrindo portas, portões, e removendo obstáculos do caminho dela. E caso isso não seja possível, a orientação é que o local seja isolado, evitando a aproximação de animais domésticos e pessoas, principalmente crianças, e então acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193, para realizar a captura e soltura em seu hábitat natural.

Redação: Guia Medianeira

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira