Lar Cooperativa inaugura o maior e mais moderno incubatório das Américas

2.779

Publicada 21 de Março, 2024 às 10:31

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Alusivo às celebrações dos 60 anos de fundação da Lar Cooperativa, foi inaugurado, na tarde de terça-feira (19), as obras de ampliação da Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia (PR). Com investimento de mais de R$ 80 milhões, o local passa a ter capacidade para incubar 20,1 milhões de ovos ao mês, consolidando este como o maior e mais moderno incubatório das Américas.

"Esse é um investimento muito importante e necessário para a altura que se encontra a avicultura da Lar, que prestes a completar 25 anos se tornou a terceira maior empresa de abate de frangos do país. O pintainho é um insumo importante e com todo o grau de tecnologia que temos implantado nessa unidade vamos continuar trabalhando com a máxima a eficiência", destacou o diretor-presidente da Lar, Irineo da Costa Rodrigues.

A solenidade contou com a presença do vice-governador do Paraná, Darci Piana; do secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; da prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates; da senadora Katia Abreu; do deputado federal e líder da Frente Parlamentar da Agricultura Pedro Lupion; do líder do Governo na Assembleia, deputado estadual Hussein Bakri; do presidente da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), José Roberto Ricken; e do presidente da Câmara de Vereadores de Itaipulândia, Claudinei Vieira.

"O potencial dessa unidade é muito especial não só para a Lar, mas também para todos os brasileiros e consumidores que estão do outro lado do mundo e que consomem um produto de qualidade produzido no Paraná. A Lar é um orgulho e exemplo para todos nós", citou em seu discurso o vice-governador do Paraná, Darci Piana.

Com as obras de ampliação, que iniciaram em janeiro de 2023, a unidade passou dos 7.915 m² de área construída para 15.425m², contando com alto nível de automação e tecnologia importada de países como a Bélgica e a Holanda, garantindo processos ágeis e de alta eficiência, além de mais segurança para a saúde das aves ao reduzir a manipulação humana, um compromisso da Cooperativa com a biosseguridade em todas as etapas do processo produtivo da avicultura.

Todo o investimento vai possibilitar a Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia a expedir 634 mil pintainhos todos os dias, um volume que somado ao potencial da unidade de Santa Helena (PR), garante 95% de autossuficiência na produção de pintainhos da Cooperativa, entregando aos associados integrados, uma matéria-prima de alta qualidade para atender a demanda diária de 1,1 milhão de aves abatidas nas quatro indústrias da Lar.

A expansão da Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia vai contribuir para o desenvolvimento local, com geração de mais de 130 empregos diretos e outros indiretos no município e em toda a região. O projeto também marca o encerramento de um ciclo de cinco anos onde foram investidos um total de R$ 2 bilhões em todas as fases da avicultura por parte da Cooperativa e outros R$ 1 bilhão por parte dos associados na modernização de estruturas e aprimoramento de processos. 

A data para entrega da obra é carregada por muito simbolismo, pois marca a celebração dos 60 anos da Lar, uma cooperativa raiz e feita por pessoas. A ampliação do incubatório de Itaipulândia representa não só o futuro da avicultura da Lar, prestes a completar 25 anos, mas também o sucesso do sistema cooperativista, que por meio do trabalho e compromisso com as boas práticas de produção sustentáveis leva sabor e qualidade a mesa das famílias em todo o Brasil e em mais de 90 países, garantindo renda para os quase 14 mil associados e mais de 23.500 funcionários.

Tecnologias implementada na Unidade Incubadora de Ovos

Em média, 900 mil ovos são recebidos todos os dias na Unidade Incubadora de Ovos, de Itaipulândia, produção oriunda da Unidade Produtora de Pintainhos da Lar em Santa Helena e das propriedades dos 14 associados integrados de ovos férteis. Um robô é responsável pela transferência da matéria-prima dos carrinhos da granja para os carros de incubação. Na sequência os ovos passam por um controle de qualidade, a primeira de muitas análises que serão realizadas na unidade.

A Unidade Incubadora de Ovos, de Itaipulândia é equipada com 111 máquinas denominadas incubadoras, tecnologia da Bélgica que reproduz o ambiente muito próximo ao natural das aves. Nesta etapa, os ovos permanecem por aproximadamente 19 dias, com controle de temperatura, gás carbônico e umidade, indicadores controlados automaticamente por um avançado sistema.

Após os 19 dias de incubação, os pintainhos são vacinados ainda dentro dos ovos. Uma máquina de tecnologia da Holanda identifica se existe batimento cardíaco, assim serão vacinados somente os ovos realmente férteis, o que evita desperdício de vacina e contaminação durante o processo. Essa vacina previne doenças como por exemplo: New Castlle, Marek e Gumboro.

A etapa seguinte é a transferência dos ovos para os nascedouros, local onde acontece o rompimento da casca e o nascimento propriamente dito. O ambiente também é controlado por equipamentos automáticos que fornecem a ambiência correta para os pintainhos.

Por último, os pintainhos são classificados pelo controle de qualidade, recebem uma nova vacina por meio de spray que previne a bronquite infecciosa e logo são destinados à expedição. Cada caixa recebe 100 pintainhos, essa contagem é realizada automaticamente pelo sistema, agilizando o processo de carregamento para que seja feito no menor tempo possível em caminhões próprios da Cooperativa, também com ambiência controlada.

Assessoria

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Itaipulândia