Ecopontos construídos em Missal com apoio da Itaipu Binacional auxiliam Acamis e preservam o meio ambiente

1.982

Publicada 19 de Abril, 2021 às 15:07

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Ações simples no município de Missal auxiliam os associados da Acamis (Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Missal) e ao mesmo tempo preservam o meio ambiente. A instalação de 35 ecopontos em praticamente todas as comunidades do interior com o apoio da Itaipu Binacional é um exemplo destas.

Cada ecoponto possui 16 m², cobertura e é todo fechado, para que os materiais recicláveis depositados nele não sofram com a ação do clima e os animais não tenham acesso. A coleta é feita uma vez por mês no interior e o objetivo é desenvolver a recolha pelo menos duas vezes no mês, porém, no momento isso ainda não é possível.

O investimento total, segundo informações da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, foi de R$141.000,00 com 90% de recursos oriundos da Itaipu Binacional e 10% da Administração Municipal de Missal. O secretário Altair Luiz Fetzner reforçou a necessidade do zelo por parte da população. "É um Bem Público e o morador deve zelar pela boa manutenção", orienta.

O que muda com os ecopontos

Os materiais recicláveis no interior eram depositados em pontos de ônibus, cruzamentos com encruzilhadas, escolas desativadas, em caixas d'água das comunidades, o que gerava muito transtorno. O objetivo é instalar ainda mais ecopontos, além dos 35 já existentes, a fim de eliminar os pontos inadequados de coleta e proteger os resíduos, tendo em vista que mais da metade da população de Missal reside no interior.

O Agricultor, Erci Heger, Morador da comunidade de São José dos Pinhais, relatou que ao depositar o material antes da instalação dos ecopontos haviam animais que espalhavam as bolsas e ficava 'tudo jogado' nas palavras dele. "Hoje a organização é 100%, ficou bem melhor", exclamou. "A prefeitura fez o ponto e nós temos que fazer a nossa parte", completou.

Outro agricultor que aprovou a iniciativa foi Pedro Kist de Linha Caçador. "Agora a comunidade deposita os recicláveis em local adequado", comemora. Ele explicou ainda que orienta os moradores para que sejam depositados somente os materiais recicláveis e que cada um cuide do espaço para que a utilidade e vida útil do mesmo seja longa, evitando materiais voando 'para tudo que é lado'.

Sustento dos associados da Acamis

A Associação iniciou com apenas 04 pessoas que faziam a coleta em todo o município. Hoje são 20 associados que atuam na coleta e na separação dos resíduos, o que foi impulsionado devido ao apoio da Administração Municipal no decorrer dos anos e com a instalação de diversos equipamentos através de convênios com a Itaipu Binacional.

O Coletor João Darci Segatto, explicou que os recicláveis são o 'ganha pão' dos associados, o sustento das famílias. "Pedir para população separar melhor o material, não botar tijolo, comida dentro (das bolsas), vidro quebrado", orienta. "Separe o material", conclui João.

Inclusive, se alguém observar alguma irregularidade, de pessoas que mexem indevidamente nos recicláveis, ou mesmo enviando materiais que não são recicláveis como fraldas, pneus, restos de animais, restos de construção civil, pode denunciar pelo fone (45)3244-8060, que o Departamento de Meio Ambiente fará o contato, para dialogar, notificar e se necessário multar.

Assessoria

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Dani Viola Acessórios

(45) 3264-0070

(45) 98432-7656

Av. Brasilia, 1634

Lavacar Tio Patinhas

(45) 3264-2422

(45) 99926-2422

Rua Argentina, 2320 Centro

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Missal