Equipe da Secretaria de Saúde de Missal participou do 7º Encontro Rede Mãe Paranaense em Curitiba

2.525

Publicada 12 de Abril, 2018 às 11:29

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

A Capital do Estado do Paraná, Curitiba, sediou o 7º Encontro da Rede Mãe Paranaense nos dias 03 e 04 de abril. O Encontro é uma oportunidade anual de reunir gestores, médicos, enfermeiros e demais profissionais ligados à atenção materno-infantil para atualizar conceitos e protocolos da Rede.

A Secretária Municipal de Saúde, Carla Teresinha Laismann, a enfermeira da Unidade Básica de Saúde Central, Beatriz Luana Motter e a dentista da Estratégia Saúde da Família do Bairro Renascer, Natiéli Alves Rodrigues, representaram Missal no referido Encontro, uma vez que neste ano o encontro disponibilizou uma vaga para profissionais na área de saúde bucal. 

Todos os anos, uma equipe de profissionais de Missal participa do encontro, para, posteriormente, repassar o aprendizado a todos os profissionais da atenção primária, a fim de articular ações que visem o objetivo da rede, que propõe garantir às gestantes paranaenses, assistência no pré-natal com qualidade (consultas e exames), encaminhamento para o atendimento às gestações de risco e monitorar as crianças de risco até 1 ano de idade.

 De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, foram registrados os menores índices de mortalidade materna e infantil em todo o Estado. Em 2017, o Estado apresentou uma redução de 50% no índice de mortalidade materna e 14% no infantil comparado a 2010. Em 2017, o Paraná registrou 19,7 mortes de gestantes a cada 100 mil nascidos vivos. Em 2010, esse número era 64,4. Também em 2017, o Paraná alcançou a menor taxa de mortalidade infantil da história passando de 12,2 para 10,3 óbitos a cada mil nascidos. 

Segundo o superintendente de Atenção à Saúde, Juliano Gevaerd, um dos fatores que mais contribui para os resultados alcançados é o processo contínuo de capacitação dos profissionais por meio das linhas-guia e encontros. Nesta edição, foram 14 oficinas temáticas entre terça e quarta-feira (3 e 4) que abordam temas desde vigilância epidemiológica, passando por processos de tutoria até saúde bucal.

A redução dos índices não apenas contribuiu com o cumprimento das metas do milênio da Organização das Nações Unidas antes do previsto, mas também salvou vidas. "Não podemos mudar um indicador sem um trabalho integrado. Com o Mãe, fizemos uma verdadeira revolução e hoje ele está presente nos 399 municípios do Estado com mais de mil gestantes e bebês salvos pelo trabalho árduo conjunto", falou Gevaerd.

 

Rede Mãe Paranaense

 

A Rede Mãe Paranaense propõe a organização da atenção materno-infantil nas ações do pré-natal e puerpério e o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento das crianças, em especial no seu primeiro ano de vida.

É um conjunto de ações que envolve a captação precoce da gestante, o seu acompanhamento no pré-natal, com no mínimo 7 consultas, a realização de 17 exames, a classificação de risco das gestantes e das crianças, a garantia de ambulatório especializado para as gestantes e crianças de risco, a garantia do parto por meio de um sistema de vinculação ao hospital conforme o risco gestacional.

O público alvo são as mulheres em idade fértil e crianças menores de 1 ano de idade, o que, segundo dados do IBGE/2010, representa uma população de 177.557 mulheres e, de acordo com dados do SINASC (Sistema Nacional de Nascidos Vivos), 152.350 nascidos vivos no estado do Paraná no ano de 2011.

Embora a Rede Mãe Paranaense tenha como público alvo as mulheres e crianças, é importante destacar que ações implantadas deverão promover a qualidade de vida de toda a Família Paranaense.

 

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp (45) 98422-1348.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Brasil Auto Peças

(45) 3264-2001

Rua Paraguai

Disk Gás do Leandro

() -

(45) 99913-1729

Rua Belém, 2390 Condá

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Missal