Secretaria de Saúde de SMI melhora atendimento reduzindo gastos

984

Publicada 27 de Janeiro, 2011 às 16:16

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<
Autoridades do município juntamente com profissionais da área de saúde participaram da audiência pública realizada, nesta quarta-feira, 26, no Plenário da Câmara de Vereadores.  Todas as atividades, desde o número de pacientes atendidos até o remédio gasto nesse período, foram devidamente apresentados. Dados estes que mostraram que a Secretaria de Saúde está atendendo bem o munícipe, oferecendo exames de qualidade e todo o medicamento necessário.A equipe técnica da Secretaria também mostrou em detalhes os valores gastos durante o último trimestre do ano. No total, foram gastos R$ 2.739.540,00, equivalente a 28.85% da arrecadação do município no período, bem acima dos 15% previstos em Lei destinados à saúde.Por outro lado, a Secretaria conseguiu diminuir este valor com relação ao trimestre anterior, onde foram investidos 29.93%. Houve uma pequena redução, mas segundo o prefeito Armando Luis Polita, já é significativa quando o município precisa reduzir despesas. "A saúde precisa de mais investimentos e de mais recursos oriundos do Governo Federal, porque só a arrecadação do município não é suficiente. Precisamos trabalhar cada vez mais e melhorar sempre. Estamos conseguindo isso e ainda reduzindo os gastos", avalia.Ao fazer ainda uma avaliação do setor, o prefeito disse acreditar que assim que estiver concluído o novo Pronto Atendimento, o mesmo irá dar um suporte maior à população, com melhores instalações e novos equipamentos. "Futuramente teremos um hospital de referência que vai atender a população não só de São Miguel, mas também da região. O importante é que a Administração está caminhando e fazendo parcerias que resultarão na qualidade da saúde", ressalta.Para Inês Iora Stock, Secretária de Saúde, em audiências públicas como esta, é importante a participação da população para que ela tenha acesso a esses dados e saiba onde está sendo empregado o dinheiro público. "A audiência pública é a oportunidade de a população tomar conhecimento do que está sendo realizado, tanto em ações como nos gastos", analisa.Segundo a secretaria, a intenção é trabalhar cada vez mais em cima de campanhas educativas, ou seja, na prevenção para diminuir custos e dar melhor qualidade de vida para a população. "O ideal seria chegarmos perto dos 15% que determina a Lei. Vamos investir cada vez mais na prevenção, até porque, prevenir é sempre melhor do que remediar".Fonte: Assessoria de Imprensa - Pref. de São Miguel do Iguaçú

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Cotidiano