Acadêmicos da UNIGUAÇU/FAESI lembraram o Dia da Consciência Negra

1.564

Publicada 24 de Novembro, 2010 às 10:43

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<
Acadêmicos de Pedagogia da UNIGUAÇU/FAESI (Faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu) lembraram o Dia da Consciência Negra (20) com atividades diversas: palestras contando um pouco da história e a trajetória dos negros no Brasil; Oficinas de culinária brasileira, trazendo para degustação feijoada, canjica e quibebe; Oficinas de exposição de instrumentos, traje e um pouco da história da Capoeira, além de outras atrações. Os acadêmicos de todos os cursos participaram do evento.O acadêmico de Pedagogia, Lucas Griebler, disse que um dos principais objetivos é acabar com o preconceito das raças. "Todos devem ser valorizados, independente da cor".Para o acadêmico Valdir Hedwirges Junior o grupo resolveu resgatar algumas tradições do povo africano. "A história da escravidão, das danças, comidas típicas, cantigas para conhecer melhor a tradição dos negros".A acadêmica Ana Paula Monteiro destacou que o projeto foi muito bem organizado e que valeu a pena porque todos se empenharam para realizar um bom trabalho. "Cada um fez sua parte o que tornou o projeto muito dinâmico e que veio valorizar a cultura afro que está presente no dia-a-dia do nosso povo".O grupo de Capoeira de Itaipulândia apresentou-se durante o evento. O professor Nilton da Silva Ceconello, formado em Educação Física pela UNIGUAÇU, disse que foi muito gratificante participar do projeto. "Estamos mostrando nosso patrimônio cultural e a capoeira tem um valor histórico muito grande".A Coordenadora do projeto, professora Gecira Libero da Silva lembrou que esse tema foi trabalho porque ele vem de encontro às comemorações do Dia da Consciência Negra. "Existe a Lei 10.639/03 na qual se torna obrigatório trabalhar a cultura afro-brasileira nas escolas e nós da UNIGUAÇU não poderíamos ficar de fora desse trabalho".A Coordenadora do Curso de Pedagogia, Cíntia Basso dos Santos, comentou que o curso de Pedagogia da UNIGUAÇU valoriza todas as culturas. "Conhecer as diversas culturas do nosso país ajuda a diminuir o preconceito ainda existente".A diretora da UNIGUAÇU/FAESI, Andrea Stefania Sereni, informou que um dos objetivos da faculdade é interar a comunidade e valorizar a igualdade. "Nós estamos numa região onde há uma grande miscigenação de raças e comemorar o 20 de novembro é importante para valorizar a cultura negra".Fonte: Jornal Costa Oeste

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira