Polícia Civil de Matelândia prende homem suspeito de estuprar a filha

4.813

Publicada 05 de Abril, 2024 às 20:22

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Nesta sexta-feira (05), um indivíduo do sexo masculino, de 49 anos, foi preso por uma equipe da Polícia Civil de Matelândia, suspeito de estuprar a filha, de 13 anos de idade.

ENTENDA O CASO: na manhã desta sexta-feira, uma mulher, compareceu na Delegacia de Polícia Civil de Matelândia, para registrar um boletim de ocorrência contra o companheiro, afirmando que o mesmo estaria abusando sexualmente de sua filha, um adolescente de 13 anos de idade.

Segundo a genitora da adolescente, a menor lhe chamou para conversar na noite de ontem, 04/04, momento em que confessou para a mãe que há cerca de sete anos seu padrasto lhe abusa sexualmente e, no último ano, inclusive com conjunção carnal. Diante da notícia, a mãe da adolescente procurou a delegacia de polícia de Matelândia e registrou a ocorrência.

O indivíduo, apesar de não ser pai biológico da adolescente, registrou a mesma como sendo sua filha e convive com a mãe há cerca de 07 (sete) anos e, desde o início, abusava sexualmente da menor.

Diante dos fatos, a autoridade policial de Matelândia, Jéssica Farias, tomou o depoimento da mãe da vítima e imediatamente representou pela Prisão Preventiva do acusado, sendo que, de forma célere, o Ministério Público desta Comarca se manifestou favoravelmente ao pedido, o qual foi rapidamente deferido pelo Poder Judiciário e, no mesmo dia, o mandado foi expedido pela autoridade judicial.

Após expedição do mandado judicial, uma equipe da Polícia Civil de Matelândia, se deslocou em diligências, na cidade de Matelândia e encontrou o suspeito em sua residência, o qual não reagiu à prisão e foi conduzido até a Delegacia de Matelândia, onde foi interrogado pela autoridade policial e, posteriormente, conduzido a Cadeia Pública Medianeira.

A PCPR trabalha incansavelmente com o fim de proteger nossas crianças e adolescentes, principalmente em situações de crimes sexuais, onde, se busca primeiramente afastar o suspeito da vítima, tendo em vista que, na maioria das vezes, convivem juntos, levando-o à justiça e responsabilizando-o pelos seus atos.

Com informações da Polícia Civil

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Matelândia