Vencedor de R$ 10 mil do Nota Paraná deixa prazo para saque passar e valor voltará aos cofres públicos

Segundo coordenação do programa, homem foi localizado, mas se recusou a retirar o prêmio porque não lembra de ter feito cadastro. Tire dúvidas sobre o programa nesta reportagem.

2.308

Publicada 08 de Fevereiro, 2024 às 10:10

Compartilhar:

Um morador de Pato Branco, no sudoeste do Paraná, vencedor de R$ 10 mil do Nota Paraná, perdeu o prazo para sacar o prêmio e o valor voltará aos cofres públicos. A informação foi divulgada pela coordenadora do programa, Marta Gambini.

Apesar de ter sido informado que o prazo para saque era esta quarta-feira (7), o homem se recusou a retirar o prêmio porque afirmou não lembrar de ter feito o cadastro no programa. Relembre mais abaixo.

"O morador de Pato Branco não retirou o prêmio de R$ 10 mil mesmo a gente tendo avisado. A única atitude que a gente espera da pessoa que recebe a ligação achando que é golpe ou não, é consultar o sistema Nota Paraná", explicou Gambini.

"Entra lá no sistema, você já vai saber se tem cadastro ou não, e já consulta o seu saldo. Não precisa telefonar, não precisa mandar mensagem de WhatsApp, é só acessar o sistema", disse a coordenadora do programa.

Conforme Gambini, o regulamento do programa prevê a divulgação dos nomes dos ganhadores acima de R$ 20 mil.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, ela questionou se os usuários desejam que seja feita alteração no regulamento para que o nome dos sorteados com valores menores, também sejam divulgados.

"Você gostaria de ter o seu nome divulgado e que todas as pessoas ficassem sabendo que você ganhou R$ 10 mil ou você prefere a não divulgação e correr o risco de perder o prêmio?", questionou Gambini.

A recusa do prêmio
 
De acordo com Marta, a coordenação do programa teve dificuldade para localizar o homem, que não estava com o cadastro completo.

Quando alguém se inscreve no Nota Paraná, pelo site do programa, passa a concorrer a prêmio mensais ao pedir CPF na nota.

Ao conseguirem falar com o homem, a coordenação teve a surpresa: ele se recusou a retirar o prêmio.

"A gente deu a notícia, 'olha, você foi contemplado', 'seu prêmio está para ser cancelado' e para nossa surpresa, ele alegou que nunca fez cadastro no programa, sendo que eu passei as informações [do programa] que ele se cadastrou em 2020 [...] Mas ele continuou insistindo [...] Ele vai perder esse prêmio de R$ 10 mil", afirmou Gambini.

Além dos R$ 10 mil, segundo Marta, o homem tinha outros créditos parados na conta. Todos os valores somados chegavam a R$ 11,2 mil.
A coordenadora do programa explicou que no caso desse vencedor, como ele nunca mexeu nos valores, que ele precisaria antes solicitar um resgate de R$ 25 para, depois, resgatar o restante do valor, só que o tempo se esgotou.

Como resgatar dinheiro do Nota Paraná
 
Para solicitar a transferência do crédito é necessário estar cadastrado e acumular ao menos R$ 25.
O procedimento é feito de maneira totalmente online e deve ser solicitado pelo próprio contribuinte na página do Nota Paraná, após acessar o site com e-mail e senha.

A coordenadora explicou que os prêmios expiram após 12 meses dos sorteios. Nesses casos, os valores voltam aos cofres públicos.
 
Como atualizar o cadastro do Nota Paraná
 
De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), os consumidores precisam manter o cadastro atualizado no site do Nota Paraná para que o governo consiga avisar eventuais ganhadores sobre os prêmios sorteados.

Para atualizar o cadastro:

Acesse o site do Nota Paraná;

Escolha a aba "MEU PERFIL" e preencha os campos de endereço, telefone e demais informações pessoais;

Ao final, clique no botão "GRAVAR".

Pessoas que tiverem dúvidas sobre o cadastro e atualização podem entrar em contato pelo WhatsApp (44) 99122-1756.

Funcionamento do Nota Paraná
 
No Nota Paraná, o programa retorna ao contribuinte parte do imposto pago na compra de produtos e serviços, por meio de notas que forem cadastradas com CPF.

O programa também realiza sorteios todos os meses. São prêmios de R$ 150, R$ 10 mil, R$ 50 mil, R$ 100 mil e R$ 1 milhão.

A cada R$ 200 em notas, é gerado um cupom automaticamente. Os prêmios do sorteio podem ser utilizados para abater o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ou creditados na conta bancária do premiado.

O cálculo do crédito de cada nota fiscal com CPF é feito sempre no terceiro mês após a compra. Por exemplo: compras efetuadas em abril/2023 serão calculadas em julho/2023, e assim sucessivamente.

Fonte: G1

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Paraná / Brasil / Mundo