Missal: 100 dias de governo

1.545

Publicada 19 de Abril, 2021 às 16:49

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

No dia 09 de abril completou 100 dias da gestão Ferrari e Chenho à frente do Poder Executivo Municipal.

O Jornal Mensageiro de Medianeira encaminhou algumas perguntas para o Prefeito Ferrari, para avaliar este período. A veiculação do impresso ocorreu na última quinta-feira, 15 de abril. Confira a entrevista:

Jornal Mensageiro: Qual a avaliação que o senhor faz desses primeiros 100 dias de governo?

Ferrari: A avaliação neste momento é muito positiva. Tivemos muitos avanços em todos os setores e isso é possível, devido a continuidade no trabalho que vinha sendo desenvolvido na gestão anterior. Claro que foram necessárias algumas medidas pontuais, tendo em vista a situação atípica que ainda vivenciamos diante a pandemia. Neste período buscamos fazer a manutenção das estradas rurais do município, dando prioridade ao cascalhamento de vias, a continuidade de trechos de pavimentação poliédrica, exigimos das empresas a retomada de obras que estavam paradas, tivemos alargamento de pontes e diversas melhorias. Outra situação que fizemos questão de verificar de perto e acompanhar foi sobre os sistemas de abastecimento de água para as comunidades. Temos feito um esforço muito grande com nosso quadro de funcionários para que a distribuição de água volte à normalidade. Queremos que sejam feitas perfurações de poços novos já nos próximos dias, sempre visando melhorar a qualidade de vida da população. Nossos esforços estão voltados ao enfrentamento da Covid-19, mas não deixamos de lado as diversas demandas existentes. Os secretários municipais foram nomeados no início de fevereiro e a partir disso os trabalhos puderam ser intensificados. Voltamos com as atividades escolares de forma presencial, estamos trabalhando para proporcionar transporte para os estudantes de cursos técnicos, o que couber a nós, vamos permitir que nossa população trabalhe, sempre respeitando leis superiores. Foram dias onde pudemos verificar o andamento de diversas obras, como a UBS do Centro, Ginásio de Esportes, trechos de pavimentação poliédrica, entre outras. Vale destacar que o apoio e o bom relacionamento que temos com a Câmara de Vereadores e com o nosso quadro de servidores é fundamental para o êxito da gestão. Todos estão focados com o mesmo objetivo que é o progresso de Missal.

Jornal Mensageiro: Quais as principais dificuldades e em que áreas a administração conseguiu avançar mais?

Ferrari: Sem sombra de dúvidas a maior dificuldade é relacionada a Covid-19, onde temos um problema de saúde pública e ao mesmo tempo nossa população precisa enfrentar o vírus, pois não pode deixar de trabalhar. Equilibrar isso não é tarefa simples pra ninguém. Os profissionais de saúde estão cansados, esgotados, pois faz mais de um ano trabalhando sob pressão, expostos ao vírus, correndo o risco de leva-lo para suas casas, para sua família. Gostaríamos de que fossem possíveis os eventos, os encontros da melhor idade, as atividades esportivas, ver nossos ginásios e quadras lotados, poder desfrutar da nossa rica gastronomia, estimulando nossos pontos turísticos, entre tantas situações. Mas, infelizmente isso ainda não é possível. Na questão dos profissionais, estamos com o PSS para as áreas da Educação e da Saúde, contratando mais profissionais para o enfrentamento, assim como já fizemos a contratação de outros profissionais para atuar em Missal. Temos um diálogo franco e transparente com a Câmara de Vereadores e percebemos que todos estão realmente preocupados com o município, e isso faz com que o nosso trabalho traga inúmeros benefícios a população missalense. Não temos apenas um setor que avançou mais que outro, nossos esforços são no sentido de dar todo suporte possível e necessário no enfrentamento à doença, mas ao mesmo tempo, não deixar outros setores como agricultura, obras, comércio, indústria, educação, cultura, esporte, entre outros, desassistidos. Sempre buscamos equilibrar nossas ações, mas neste momento com um foco maior na área da saúde.

Jornal Mensageiro: Quais as perspectivas para os próximos 100 dias?

Ferrari: A nossa grande expectativa para os próximos 100 dias é que aos poucos as coisas voltem ao normal, que a situação da pandemia melhore. Um dos nossos propósitos é continuar avançando, sempre de forma gradativa, com os pés no chão, dentro da nossa realidade, mas tendo em mente a necessidade da renovação constante da frota, renovação de equipamentos para melhor atender a população. Temos previstas diversas melhorias tanto na área urbana quanto na rural. Estamos trabalhando, também, no sentido de colocar em funcionamento a nova UBS do Centro, em fase de conclusão, para dar melhores condições de atendimento na área da saúde, acreditamos que em breve isso será possível. Está em fase de planejamento a descentralização do atendimento do CRAS, compromisso assumido durante o período eleitoral com nossa população, e que vai se tornar realidade a partir de 04 de maio. Este ano teremos as pré-conferências e Conferência da Agricultura, para a implantação de novos projetos em vários setores neste ramo. E assim que for possível, que as coisas comecem a voltar à normalidade vamos realizar audiências públicas para a melhoria de ruas na cidade, relacionado a estacionamento, adequações, para construirmos juntos uma nova realidade, ouvindo os anseios da população. Já tivemos as inscrições do PSS para a área da saúde e educação, e também teremos outras vagas para PSS nos próximos dias, tendo em vista as baixas de servidores em alguns setores relacionado aos 02 últimos anos. E tão logo seja possível, vamos ofertar cursos de aperfeiçoamento em todas as áreas do funcionalismo público, justamente para melhorar o atendimento à população e contar com profissionais cada vez mais capacitados.

Também foram elencadas 03 ações principais nestes primeiros 100 dias:

TRANSPORTE CISI

Uma das primeiras conquistas, elencadas no Plano de Governo, foi o transporte gratuito para o Cisi em Medianeira. A linha iniciou no dia 22 de fevereiro e era um antigo anseio da população de Missal. A linha levará pacientes que necessitam de consultas e exames agendados pelo município.


Este foi um compromisso assumido com a população durante o período eleitoral e finalizando o segundo mês de mandato já foi possível cumprir com aquilo que foi assumido. "Isso era um compromisso e mostramos para nossa população que o nosso Plano de Governo não era eleitoreiro, e estamos colocando um veículo a disposição para o transporte de quem necessita atendimento no CISI", completa.

CASCALHAMENTO DE PROPRIEDADES

Um amplo programa de apoio aos produtores rurais e industrias do município vem sendo executado desde o início do ano, conforme o pedido e a demanda existente. São propriedades rurais, incentivando setores como a piscicultura, suinocultura, bovinocultura de leite e avicultura, todos setores que geram renda e emprego no município.

Da mesma forma, pátios de indústrias que necessitam do serviço, empresas que também geram muitos empregos diretos e indiretos, fazendo com que a cadeia produtiva no município possa girar, ainda mais em tempos de pandemia.

RETOMADA DAS ATIVIDADES PRESENCIAIS NAS ESCOLAS E CMEIS

A pandemia mudou diversos setores, exigindo adaptações e limites. A Educação em 2020 acabou sendo comprometida, devido ao formato remoto, onde há inevitável perda aos alunos e professores, que precisaram se reinventar. Em 2021, uma das grandes conquistas, foi a retomada das atividades de forma presencial.

Num primeiro momento foi retomada nas escolas da rede municipal, após, foi proposta a volta das atividades culturais e dos CMEI's. Com o agravamento da pandemia, estes dois últimos foram adiados, porém, atualmente estão em plena atividade. As atividades esportivas, tem um protocolo aprovado e em breve devem retornar com as atividades presenciais também. Este retorno vem ocorrendo de forma gradativa, em formato seguro, que está sendo avaliado pela secretaria de Educação, Cultura e Esporte.

Ainda no âmbito da pandemia, o município enviou à Câmara, que aprovou, a ratificação e autorização para a compra das vacinas, caso o Ministério da Saúde não de conta de atender a demanda do município. A lei foi sancionada. O município está buscando alternativas para auxiliar o setor de eventos e transporte que foi um dos mais afetados e está com reuniões semanais, discutindo as possibilidades, que vão virar projeto de lei e ser enviadas à Câmara de Vereadores.

Assessoria

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Ideal Papelaria

(45) 3264-5242

(45) 98826-7913

Rua Paraná, 1933

Zito Auto Peças

(45) 3264-0373

(45) 99945-7631

Av. 24 de Outubro, 2015

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Missal