Volta às Aulas: escolarização e educação

O início do ano letivo se aproxima, e geralmente, encontramos formas para que isso se torne mais fácil. O assunto escolhido pela Revista Guia, é um pouco diferente do convencional, e questiona, principalmente, o comportamento dos alunos, pais e professore

>> publicidade : ver novamente <<
Revista Guia
06 de Fevereiro, 2015 1.412

Publicado em: 06/02/2015 às 14:38

As notícias de brigas em salas de aula, má comportamento de alunos, professores que chegam ao seu limite, e pais que pensam que o culpado é a escola, esses sãos apenas algumas das importâncias dadas ao cenário estudantil no Brasil. 

PUBLICIDADE
Ai entra a grande questão da vez, a diferença entre escolarização e educação, detalhando qual é o verdadeiro papel da escola na formação e socialização da criança.

A escolarização como o próprio nome já indica remete necessariamente para a escola e todos métodos lá utilizados, aonde são inseridos os métodos para que os alunos aprendam a viver em sociedade, e serem reconhecidos como membros de um certo grupo social.

A educação ocorre nas mais diversas instituições porque a escola não é o lugar soberano onde ensina-se ao homem a viver em sociedade, uma vez que a educação em termos gerais visa inserir o homem em sociedade, fazê-lo útil e reconhecido por ela. Os ritos de iniciação, as escolas de futebol, os clubes desportivos e outras instituições de socialização têm a tarefa de educar.
A escola tem sido vista como um método de salvação, quando o comportamento abusivo da criança já não pode ser controlado, nem mesmo pelos pais. Nessa hora é preciso rever o real valor da educação desde o berço, e compreender que professores são responsáveis pelo aprendizado, e lapidação do comportamento perante a sociedade, e não em situações em que se requer uma forma de agir correta.

Mario Sérgio Cortella, um dos grandes estudiosos das áreas, diz que "a escola ajuda as famílias na formação pessoal da criança, aperfeiçoando a escolarização". E defende que pais e familiares possuem um tempo mais elevado com as crianças, enquanto os professores convivem com elas, cerca de quatro horas por dia. 

De forma irônica, Cortella cita o serviço dos personal trainer e personal style, os mestres e professores não podem ser vistos como personal father, e personal mother, substituindo o pai e a mãe. 

Um das mudanças, seria uma parceria entre a escola e as famílias, para que o processo de formação da criança seja feito de forma correta e sem sobrecarregar ambas das partes, e principalmente, o bem estar do estudante. 

FONTE: REVISTA GUIA

Espaço III

Av. Rio Grande do Sul
(45) 3264-4621

Floricultura Medianeira 24 Horas

Rua Sergipe, 2130 Centro
Acesse o Facebook do(a) Floricultura Medianeira 24 Horas | Acesse o Instagram do(a) Floricultura Medianeira 24 Horas | (45) 3264-2110 | (45) 98818-5768

Envie suas fotos ou notícias para o Guia! 045 8422 1348