Polícia praticamente desvenda crime que vitimou irmão de deputado

1.733

Publicada 10 de Fevereiro, 2011 às 10:30

Compartilhar:
Passadas pouco mais de 24 horas do assassinato de Irani Pereira, 44 anos, suplente de deputado federal, vice-presidente do PSB no Paraná e irmão do deputado estadual Reni Pereira, policiais esclareceram o crime.O brutal assassinato teria sido encomendado e planejado por uma mulher, suposta amante da vítima, Eliane Martini, mais conhecida por Vide Bula.Ela foi presa na tarde de ontem em Nova Aurora.A operação de busca aos acusados, tida como prioridade por parte do governador do Estado, Beto Richa, envolveu policiais civis e militares de Cascavel, Toledo, Londrina e Maringá, Cope (Centro de Operações Policiais Especiais) de Curitiba, além de policiais de Nova Aurora.Os acusados começaram a ser identificados depois que Eliane teria depositado, terça-feira, um cheque de terceiro, no valor de R$ 12 mil, roubado de Irani.Até o fim da tarde de ontem, além de Eliane, outras quatro pessoas estavam detidas, sendo que os executores do crime, identificados por Zezé e Zé, venderam a caminhonete Hilux no Paraguai, local em que estão foragidos.Segundo a polícia, no depoimento, Eliane disse que Irani não fez repasses de dinheiro a ela e por isso contratou Zé e Zezé para dar um susto na vítima, além de vender a caminhonete no Paraguai e dividir o dinheiro.A dona de um salão de beleza próximo a uma casa da vítima, em Nova Aurora, uma funcionária do local e um adolescente também teriam participado do crime.EMBOSCADAConforme a polícia, ao que tudo indica, a jovem funcionária do salão foi usada como isca para atrair Irani até sua casa. No momento em que ele se encontrou com a jovem , os criminosos entraram na casa e o renderam.Acompanhados  de Eliane, decidiram vender o veículo e assassinar Irani. Contudo, Eliane disse à polícia que pediu aos executores que apenas o deixassem amarrado no mato.Os criminosos fugiram com a vítima amarrada, sendo quena BR-369, na Penha, distrito de Corbélia, Irani foi assassinado, na madrugada de terça-feira. Sem saber do ocorrido, no dia seguinte a amante fez o depósito do cheque em sua conta corrente, fato esse que esclareceu a trama criminosa.A acusada já teria participação em outra morte. Os outros presos, que não tiveram os nomes divulgados, foram levados à Delegacia da Polícia Civil de Cascavel na noite de ontem.INVESTIGAÇÃOO corpo foi encontrado na manhã de terça-feira em uma plantação de soja, a 200 metros da BR-369. Ele estava amordaçado, com as mãos amarradas para trás, com um corte profundo no pescoço, que quase decepou sua cabeça, além de um golpe de faca no tórax.A polícia busca agora os foragidos acusados de executar a vítima. Fonte: Correio do Lago

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Cantinho da Pizza

(45) 3264-1132

(45) 99914-6139

Rua Presidente Médici, 332

Funilaria Ideal Calhas

(45) 3264-5067

(45) 32645-067

Rua Severino David Endrigo, 61 - Florença

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira