Argentina veta entrada de militares brasileiros para treinamento conjunto no país

1.608

Publicada 25 de Outubro, 2010 às 10:00

Compartilhar:
Teria início na manhã desta sexta-feira (22) a Operação Guarani, onde 368 militares, sendo a maioria 15° Brigada de Infantaria Motorizada de Cascavel e Foz do Iguaçu, passariam a fronteira da Argentina para realizar na cidade de Apóstolos, à 350km de Foz, uma ação conjunta de treinamento entre as duas forças armadas. A operação fecharia o ciclo bianual de integração doutrinária da Argentina, que teria como objetivo estreitar os laços de amizade entres os países vizinhos. A operação Guarani foi organizada durante dois anos pelos dois exércitos. A tropa brasileira atravessaria a fronteira pela Ponte Internacional Tancredo Neves às 2h da madrugada, mas a falta de documentação para a liberação impediu a passagem. Os militares aguardaram até às 15h a autorização para o ingresso, que acabou sendo negada pelo congresso argentino, segundo informações do Coronel do 15° Bda Inf Mtz, Marcelo de Oliveira Santos. "Nós não temos a motivação real da não autorização". Sobre a organização, o coronel disse que não faltou antecipação por parte brasileira, para que ação acontecesse. "Todos os planejamentos conjuntos saíram em conformidades com a dinâmica do exercício dessa ordem". Ele informou ainda, que o exército argentino já manifestou interesse em prosseguir com novos ciclos.  Quanto a uma má situação diplomática entre Brasil e Argentina, o coronel disse que as relações não se abalarão, "fica apenas uma frustração", completou.Fonte: Jornal Correio do Lago

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Nova Acabamentos

(45) 3240-1919

(45) 99922-1919

Av. Brasília, 2677

JC Móveis Para Escritório

(45) 3264-7311

(45) 99969-4534

Rua Rio de Janeiro, 1654

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Cotidiano