Veja quem são os pré-candidatos ao governo do Paraná

Pelo menos nove nomes confirmaram pré-candidatura ao Palácio Iguaçu até esta segunda (4). Prazo para convenções partidárias que formalizarão nomes vai até 5 de agosto.

2.249

Publicada 04 de Julho, 2022 às 11:51

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

A menos de três meses das eleições, pelo menos nove nomes confirmam a pré-candidatura ao Governo do Paraná. Veja a lista abaixo.

Entre os pré-candidatos ao Palácio Iguaçu está Ratinho Junior (PSD), que busca a reeleição. Todos os nomes que disputarão ao cargo de governador devem ser definidos nas convenções partidárias - que podem ser realizadas até 5 de agosto.

Após a escolha das candidatas e candidatos, as siglas poderão solicitar o registro das candidaturas perante a Justiça Eleitoral.

Neste ano, o primeiro turno das eleições está marcado para 2 de outubro. Em caso de necessidade de segundo turno para as majoritárias, a data programada é 30 de outubro.

Veja, abaixo, a lista dos pré-candidatos anunciados por partidos até está segunda-feira (4). O Podemos está entre as siglas que ainda não oficializou pré-candidato.

Carlos Roberto Massa Júnior (PSD)

Atual governador do Paraná, Carlos Roberto Massa Junior é empresário, administrador de empresas e comunicador. Entrou para a política em 2002, quando foi eleito deputado estadual do Paraná.
Em 2006, foi eleito deputado federal, e reeleito em 2010. Em 2012, concorreu à prefeitura de Curitiba em 2012. Dois anos depois, em 2014, foi eleito deputado estadual.

Angela Machado (PSOL)

Angela Machado é professora da rede pública estadual há mais de 20 anos, e militante das causas da educação, das mulheres e minorias.
Nas eleições de 2020, disputou, também pelo PSOL, ao cargo de vereadora na Câmara de Curitiba.

Boca Aberta (Agir)

Emerson Miguel Petriv, popularmente conhecido como Boca Aberta, é operador de equipamentos de comunicação. Natural de Londrina, foi eleito o vereador mais votado da história da cidade nas eleições de 2016, quando ingressou na política.

No primeiro ano de mandato, teve o mandato cassado pela Câmara de Londrina por quebra de decoro parlamentar.

Em 2018, foi eleito deputado federal pelo Paraná com uso de uma liminar para poder concorrer. Em 2021, teve o diploma eleitoral pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e perdeu o mandato na Casa em virtude de uma condenação criminal por denunciação caluniosa, confirmada por decisão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), e pela cassação em 2017.

Cesar Silvestri Filho (PSDB)

Cesar Silvestri Filho é formado em direito e, por duas vezes, foi prefeito da cidade natal, Guarapuava.

Ele esteve à frente do município entre 2012 e 2020. Durante a gestão como prefeito, foi vice-presidente da Federação Nacional de Prefeitos (FNP) para Concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Antes, em 2010, foi deputado estadual.

No começo de 2022, se filiou ao PSDB para ser lançado como pré-candidato ao Palácio Iguaçu. Antes, presidia o Podemos no Paraná, mesmo partido de Sergio Moro.

Filipe Barros (PL)

Filipe Barros é advogado e foi eleito para o primeiro mandato de deputado federal em 2018. Antes disso, foi vereador de Londrina, cidade natal dele, por dois anos (2017-2018).

O parlamentar é correligionário do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Moisés Ricardo Scariotte (sem partido)

Moisés Ricardo Scariotte é formado em direito, 2º Sargento da Polícia Militar do Paraná (PM-PR) e integrante do 20º Batalhão. Por ser da ativa, não possui filiação, o que é permitido pelo Código Eleitoral.

Em 2020, o sargento concorreu às eleições disputando o cargo de vereador em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Requião (PT)

Roberto Requião, graduado em jornalismo e direito, começou em cargos públicos eletivos como prefeito de Curitiba, em 1985. Depois, foi secretário estadual de Desenvolvimento Urbano.
Em 1991 iniciou o primeiro mandato como governador do Paraná, cargo para o qual foi eleito duas vezes, em 2002 e depois em 2006.

Antes, entre 1995 e 2002, foi senador pelo Paraná. Requião voltou ao Senado Federal entre 2011 e 2019. Após 40 anos filiado ao MDB, o ex-governador deixou o partido e ingressou no PT em março deste ano.

Solange Ferreira Bueno (PMN)

Solange Ferreira Bueno é professora de música. Natural de Maringá, no norte do estado, é a primeira vez que disputará um cargo público nas eleições.

Vivi Motta (PCB)

Vivi Motta é formada em ciências sociais e psicóloga. Ela foi professora de sociologia na rede estadual de ensino.

Motta é integrante do Comitê Regional do Partido Comunista Brasileiro no Paraná, e iniciou a militância aos 15 anos de idade na luta pelo passe livre estudantil.

Zé Boni (Agir)

José Maria Boni, conhecido como Zé Boni, é administrador, contador e empresário de Loanda, no noroeste do Paraná. Foi vereador de Santa Cruz de Monte Castelo, na mesma região, em 1996.

Também foi também superintendente da Companhia da Habitação do Paraná (Cohapar).
Em 2018, concorreu ao cargo de senador pelo Paraná, e nas eleições gerais, em 2020, disputou o cargo de prefeito de Curitiba.

Fonte: G1

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Auto Peças Medianeira

(45) 3264-3040

Av. Brasília , 1025 - Centro

Barbearia Nei e Cide

(45) 9990-35278

(45) 99846-1888

Av. Brasil, 2390 - Centro

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Paraná / Brasil / Mundo