Medianeira: Proprietários de estabelecimento denunciam furto de flores no Bairro Nazaré

5.273

Publicada 08 de Abril, 2022 às 10:27

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Os proprietários de um estabelecimento comercial localizado na esquina da Rua Mato Grosso com a Av. Veranópolis, no Bairro Nazaré, em Medianeira, procuraram a redação do Guia Medianeira para denunciar e expor sua indignação com o furto de flores registrado na empresa.

De acordo com o relato, o fato foi registrado na madrugada do dia 07/04, e foi flagrado pelas câmeras de vigilância do local. Esta teria sido a segunda vez que pessoa adentraram no local, e arrancaram as plantas (rosas do deserto) dos vasos e levaram embora.

"Cada vez que alguém leva qualquer coisa que te pertença dá uma sensação de impotência", desabafou.

Pode haver pena para quem furta plantas?

O crime de furto é descrito como subtração, ou seja, diminuição do patrimônio de outra pessoa, sem que haja violência. O Código Penal prevê para o furto pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa. A lei prevê aumento de pena para quem cometa o crime durante a noite, e para os casos de furto de pequeno valor, permite diminuição ou até perdão de pena, aplicando-se apenas a pena de multa, é o chamado furto privilegiado.

Já em relação ao furto em praças, jardins, canteiros centrais, ou seja, em locais públicos, danificando ou destruindo plantas, pequenas árvores ou arbustos, é crime tipificado na Lei de Crimes Ambientais. O artigo 49 da Lei Federal 9.605/98 prevê pena de detenção de três meses a um ano e multa para o infrator.

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Chapeação São Cristovão do Gilmar

(45) 3264-5642

(45) 99989-0172

Rua Londrina, 1081 São Cristovão

Barbearia Nei e Cide

(45) 9990-35278

(45) 99846-1888

Av. Brasil, 2390 - Centro

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira