Família Acolhedora: Conheça mais sobre o programa e saiba como participar

Entrevistamos famílias acolhedoras, que relataram a alegria que é poder fazer parte deste programa tão importante.

4.667

Publicada 11 de Junho, 2021 às 11:20

Compartilhar:

O Programa Família Acolhedora tem por objetivo principal garantir que crianças e adolescentes em situações de vulnerabilidade sejam recebidas por famílias inscritas, que passam por um processo de treinamento para recepciona-las.

No Brasil, a adoção é prevista desde 1828, porém foi só com o Código Civil de 1916 (CC/16) que um procedimento de adoção foi estabelecido. Mas nesses casos a adoção é o último recurso, já que o próprio sistema junto, com assistentes sociais e apoio psicossocial tentam restaurar os vínculos da família com a criança ou adolescente.

Em muitos casos essas crianças vivem em situações de extremas de insalubridade, já que na maioria dos casos os pais tem problemas com álcool e drogas. 

Nesse período a família acolhedora visa dar acolhimento, amparo, aceitação, amor e a possibilidade de continuidade da convivência familiar em um ambiente saudável para a criança ou adolescente.

"a Família Acolhedora é uma missão pra mim [...] esse amor sem posse é possível, e que mesmo sabendo que uma hora ela vai embora (a criança) e que não possamos mais nos vermos, ela fez parte de nossa vida'' [...] diz Sandra Almeida, participante do programa.

As famílias que são cadastradas no serviço recebem acompanhamento psicossocial, orientação, capacitação e um subsídio financeiro durante o período de acolhimento.

Quem pode participar são maiores de 18 anos sem restrições quanto a sexo e estado civil, pelo menos um membro da família deve trabalhar com renda mensal comprovada ou receber aposentadoria, concordância de todos os membros da família, disponibilidade de tempo e interesse em oferecer proteção e amor a crianças e adolescentes, parecer psicossocial favorável, residir no mínimo 3 anos em Medianeira.

Importante salientar que o acolhimento não é adoção, e famílias cadastradas para adoção não podem se tornar famílias acolhedoras.

Confira no vídeo mais informações sobre o programa.

Mais informações e inscrições no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), na Rua Mato Grosso, 1910 -Centro ou pelo telefone: 3264-8693.

Fonte: Redação Guia Medianeira

** Quer participar dos nossos grupos de WhatsApp/Telegram ou falar conosco? CLIQUE AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Muller Serviços Automotivos

(45) 3264-5749

(45) 99961-3000

Rua Amazonas

Elite Monitoramento

(45) 3264-6187

Rua Argentina

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira