SMI: Ministério Público Eleitoral e Polícia Federal cumprem mandados de busca e apreensão contra suposta compra de votos

5.100

Publicada 11 de Novembro, 2020 às 10:45

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Em São Miguel do Iguaçu, no Oeste do estado, o Ministério Público Eleitoral e a Polícia Federal cumpriram na manhã desta quarta-feira, 11 de novembro, dois mandados de busca e apreensão, na residência de um candidato a vereador e no comitê de campanha de um partido político. O objetivo é apurar possível "compra de votos" realizada pelo candidato e seu grupo político.

As ordens de busca e apreensão, cumpridas com o apoio da Polícia Federal, foram expedidas pela Justiça Eleitoral em São Miguel do Iguaçu, a pedido do Ministério Público Eleitoral da comarca, a partir de informações de que o candidato e outras pessoas de seu grupo político vinham promovendo compra de votos. A Promotoria de Justiça da comarca teve acesso a um áudio em que o investigado se dirige a um eleitor oferecendo-se, em troca do voto, para pagar uma conta de luz e entregar-lhe uma cesta básica, além de outras vantagens indevidas. A oferta é feita também para outras pessoas conhecidas do interlocutor.

A chamada compra de votos caracteriza crime de corrupção eleitoral, punido com até quatro anos de prisão e multa.

Fonte: Assessoria de Comunicação Ministério Público

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Skina Bar

(45) 3240-1111

(45) 99836-5126

Av. Brasília , 1360 centro

Suprema Imobiliária e Terras

(45) 3264-1070

(45) 99911-0351

Rua Riachuelo, 1087

VEJA MAIS NOTÍCIAS | São Miguel do Iguaçu