ACIME e representantes do comércio participam de reunião com o prefeito para discutir a situação referente aos decretos vigentes

3.959

Publicada 03 de Julho, 2020 às 16:29

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Na manhã desta sexta-feira, 03, a Presidente da ACIME, Rita Maria Schierholt, juntamente com alguns representantes do comércio, se reuniram com o Prefeito de Medianeira, Ricardo Endrigo para discutir a situação referente ao Decreto Estadual nº 4942, que determinou o fechamento das atividades não essenciais em várias regiões do Estado, inclusive Medianeira e ao Decreto 212/2020 da Prefeitura de Medianeira, que ratifica o decreto estadual.

Além da presidente da ACIME, participaram ainda da reunião o presidente do Sincomed Valdir Civiero; empresárias representantes do comércio, Dayanne Wakimoto Prigol e Margarete Caovilla, além do vice-prefeito, José Vani Grassi (Neguinho), do jurídico da prefeitura, Dr. Junior; do Secretário de Finanças, Beto Caovilla e a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Solange Aparecida de Lima.

Na reunião, os representantes do comércio apresentaram uma carta solicitando informações e se colocaram disposição para ajudar no combate à pandemia. "Nos organizamos por meio de grupos de WhatsApp e decidimos que iríamos tentar, reunimos os nomes das empresas contrárias ao Decreto e com a força de todos fomos até o prefeito buscar explicações e esclarecimentos", afirmou a empresária Dayanne Wakimoto Prigol. Ela ainda complementou, "o comércio não essencial não pode 'pagar o pato' sozinho, sabendo que não se tem comprovação científica e epidemiológica de que realmente ficando fechados estaremos contribuindo para diminuir o crescimento do contágio, visto que a população que vai até o comércio está consciente e está fazendo uso dos cuidados necessários (máscara, distanciamento social e uso do álcool gel). Esta é nossa grande indignação", destacou.

O prefeito explicou que não há nada a fazer, já que o Decreto é Estadual e o município inclusive já foi notificado pela Secretaria Estadual de Saúde para o cumprimento do mesmo. A Notificação recebida na tarde desta quinta-feira, 02/07, demanda a observação e cumprimento integral do Decreto Estadual nº 4942, de 30 de junho de 2020, com a possibilidade de responsabilização sanitária da prefeitura e penal do gestor municipal, com fundamento na Lei 13.979/2020 e do artigo 268 do Código penal, pelo total de casos e eventuais óbitos.

A presidente da ACIME afirmou que a tentativa foi válida, mas que a prefeitura realmente não tem o que fazer, e que já foi notificada e pode sofrer sanções. "A nossa ação agora será entrar em contato com o Ministério Público e tentar uma conversa, para seguirmos lutando pela abertura dos serviços não essenciais", finalizou Rita Maria Schierholt.

Fonte: ASSESSORIA ACIME / JORNAL MENSAGEIRO - FOTOS: DIVULGAÇÃO

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Terraplanagem Iguaçu

(45) 3264-0521

(45) 99982-2905

Rua Amazonas, 989

Estoque Tecidos

(45) 3264-4803

(45) 99915-7939

Rua Argentina, 1607

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira