Céu Azul: Após falsa acusação e calúnia contra policiais, pessoas são conduzidas para Termo Circunstanciado

8.411

Publicada 06 de Abril, 2020 às 19:21

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Um jovem e outras duas pessoas foram encaminhadas nesta segunda-feira (06), para confecção de Termo Circunstanciado de Infração Penal, após divulgarem em redes sociais áudios e postagens fazendo falsas acusações, ameaças e calunias contra policiais militares, acusando-os de agressão.

O fato teve início na noite do domingo (05), quando uma equipe policial realizou uma abordagem à um jovem que andava de bicicleta pelas ruas da cidade de Céu Azul, desrespeitando o toque de recolher imposto pela prefeitura, em razão do Covid-19.

De acordo com a Polícia Militar, o jovem foi abordado e orientado à ir para casa.

Na sequência dos fatos, nesta segunda-feira (06), a Policia Militar recebeu a informação de que uma mulher havia compartilhado no Facebook uma publicação de um homem, o qual repudiava as agressões relatadas em um áudio no whatsapp, onde um jovem acusava dois policiais de terem o agredido durante uma abordagem.

Ainda segundo a PM, a mulher que compartilhou a postagem ainda fazia comentários dizendo que "O pior é que isso ja vem acontendo a algum tempo mais ninguém tem coragem de falar por medo as represálias dos msm. Tá na hora de alguém por um fim nesse abuso de poder!!!".

Diante da situação, os policiais registraram um Termo Circunstanciado de Infração Penal contra o homem que compartilhou a nota de repúdio contra os mesmos, e também se deslocaram até a residência da mulher, encaminhando-a até o Destacamento da PM para confecção de Termo Circunstanciado pela falsa acusação. Ao ser questionada se buscou saber se tal acusação era verdadeira antes de compartilhar e tecer comentários com outras acusações, a mesma apenas relatou que agiu apenas pela confiança no áudio e que também não poderia provar as demais acusações.

Em continuidade à ocorrência, os policiais localizaram o jovem, autor do áudio que acusava os militares, sendo o mesmo também conduzido ao Destacamento da PM para registro de Termo Circunstanciado.

Ao ser questionado sobre o áudio por ele divulgado, o jovem passou a relatar que teria sido abordado por uma equipe policial e orientado a ir para casa por conta do toque de recolher, e que instantes após a viatura sair do local, ele teria sido novamente abordado, desta vez por um veículo Celta de cor prata com dois indivíduos que vestiam roupas pretas e estavam encapuzados. No relato o jovem disse que um dos ocupantes do Celta teria se identificado como sendo policial militar, e relatou que ele teria lhe agredido com bastante força com um cassetete, atingindo-o no braço e costelas, e que teve dificuldades para chegar em casa por conta das agressões.

Ainda durante o seu relato, o jovem foi questionado sobre a dinâmica dos fatos e se teria reconhecido quem o agrediu, porém o mesmo disse que não havia reconhecido a pessoa. Ele ainda disse que quando gravou e compartilhou o áudio no whatsapp ameaçando os militares e acusando-os de ter lhe agredido, o fez em um momento de raiva e que as acusações não eram verdadeiras e que iria descobrir que o teria agredido.

Após os procedimentos de praxe, o jovem foi encaminhado ao Hospital Bom Samaritano para realização de exame de lesões corporais, que não comprovaram as agressões relatadas.

Redação: Guia Medianeira com informações da PM

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Racon Consórcios

(45) 3264-4111

Rua Rio Branco 2247

Viva Verde

(45) 3264-3396

(45) 99964-7808

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Regionais