Epidemia de Dengue coloca estado em alerta

O sistema Fercomércio promoveu uma palestra por videoconferência em todo o estado, que aconteceu nesta terça-feira (21)

1.481

Publicada 21 de Janeiro, 2020 às 17:15

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Preocupados com a grande incidência de dengue em nosso estado, o Sistema Fercomércio, representado pelo Senac e SESC em Medianeira, transmitiu por videoconferência na manhã desta terça-feira (21), uma palestra que foi realizada em Curitiba, com Secretário Estadual de Saúde-PR, Dr. Beto Preto.  Estiveram presentes colaboradores das Secretarias de Saúde Municipal de toda a região.

Os Casos de dengue aumentaram quase 5.000% no Paraná em relação ao ano passado, e no boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do estado, registrou 7.618 casos confirmados de dengue no Estado. O aumento desta semana corresponde a 25,54%. Quando a comparação é feita em relação ao mesmo período, no ano de 2019, este aumento chega a 4.846%.

No total, já são 24 municípios em epidemia; Bandeirantes, na região Norte, e Ivaiporã, no Vale do Ivaí, entraram para a relação nesta semana. Os outros municípios que já atingiram este patamar são: Braganey, Juranda, Nova Cantu, Peabiru, Quinta do Sol, Douradina, Diamante do Norte, Guiraçá, Inajá, Paraíso do Norte, Paranavaí, Santa Isabel do Ivaí, Tamboara, Ângulo, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Paranacity. Uniflor, Florestópolis, Sertaneja, Guairá.

Em situação de alerta para dengue estão mais 27 municípios, que juntos somam 990 casos autóctones nesta semana epidemiológica.

Apresentam casos de dengue grave, com pacientes em tratamento, os municípios de Paranaguá, Foz do Iguaçu, Nova Cantu, Quinta do Sol, Cianorte, Colorado, Santa Fé, Florestópolis, Ibiporã, Londrina, Porecatu, Cornélio Procópio e Sertaneja.

O Comitê Intersetorial da Dengue no Paraná tem feito um extensivo trabalho de combate e prevenção, e estão trabalhando na instalação e funcionamento de gabinetes em situação de emergência. Principalmente nas cidades com epidemia já decretada.

De agosto de 2019 até o momento, o boletim da secretaria estadual e o Sistema Nacional de Agravos de Notificações (Sinan) confirmam duas mortes por dengue no Estado, no município de Nova Cantu. Os dois óbitos ocorreram no final do ano passado, um em novembro e o outro em dezembro.

DENGUE MATA - MUDE SUA ATITUDE - ELIMINE OS CRIADOURO DO MOSQUITO

Como é o mosquito? Silencioso e voa baixo. Infecta pessoas de regiões diferentes. Ataca no início da manhã ou no fim da tarde. Vive uma média de 30 dias, é pequeno preto com manchas brancas e mede até 1cm.

Como ele se reproduz? Espalha os ovos em locais diferentes, isso aumenta as chances de reprodução. Seus ovos são resistentes, sobrevivem até um ano e meio em local seco. Mosquitos nascem em até 1 semana, em contato com água parada, a reprodução é rápida, ele também se reproduz em água suja.

Elimine todo e qualquer foco, como pratinho de vasos de plantas, pneus, garrafas de vidro ou plástico com a boca para cima, lixeiras abertas, entulhos e sobras de construção, bromélias, ralos destampados, lajes e calhas, piscinas, tampinhas de garrafa, cascas de ovos, latinhas, embalagens e copos plásticos, tudo pode se tornar um criadouro do mosquito se não houver cuidado e vigilância.

 

SINTOMAS DA DENGUE

- Febre alta com início súbito

- Dor de cabeça e dor atrás dos olhos

- Manchas vermelhas no corpo (parece sarampo e rubéola)

- Tonturas, náuseas e vômitos

- Dor no corpo, moleza e cansaço

- Dor nas articulações

 

SINAIS DE GRAVIDADE

- FORTES DORES ABDOMINAIS

- SANGRAMENTO NO NARIZ E GENGIVA

- BOCA SECA

 

SE VOCÊ TIVER ALGUM DESSES SINTOMAS PROCURE AJUDA.

 

Texto com informações Bem Paraná

 

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Auto Elétrica Vermeio

() -

(45) 99832-5982

Rua Pernambuco, 1591

Farmácia Nossa Senhora Aparecida

(45) 3264-4873

(45) 99967-0829

Av. Brasília, 1183 Centro

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira