Corpo de Bombeiros: Confira o balanço da Operação Verão Costa Extremo Oeste

A Operação Verão Costa Extremo Oeste o Corpo de Bombeiros ativou 5 postos de Guarda-Vidas na região.

574

Publicada 21 de Janeiro, 2020 às 09:35

Compartilhar:

No período compreendido de 17 a 19 de janeiro do presente ano a Operação Verão Costa Extremo Oeste o Corpo de Bombeiros ativou 5 postos de Guarda-Vidas na região, sendo estes em balneários nos municípios de Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Missal e Santa Helena com o emprego de cerca de 25 bombeiros.

O principal objetivo dos postos de Guarda-Vidas é a realização da prevenção contra afogamento em locais públicos, deste modo a preservar a vida dos banhistas e turistas que frequentam estes espaços.

Entre as ações diretas destes profissionais se destacam as orientações, as prevenções com a instalação de bóias de delimitação de área de banho, que estabelecem o locais mais rasos e consequentemente mais seguros, as advertências para aqueles que avançam para áreas de risco e ainda se for necessário o salvamento e resgate destas na água.

Cabe salientar que 95% dos afogamentos são evitados por meio da prevenção, por isto o Guarda-Vidas se concentra diretamente em evitar de qualquer modo um afogamento, buscando eliminar os riscos.

No que tange ao número de banhistas cabe destaque aos balneários de Santa Helena e de Foz do Iguaçu que no domingo 19 de jan. 20, tiveram cerca de 1.500 banhistas na água. Os outros balneários tiveram um movimento tranquilo. Ficou registrado em São miguel do Iguaçu no sábado dia 18 jan. 20, um resgate de uma criança que devido sua bóia de braço ter escapado, por pouco não gerou uma tragédia.

Neste item cabe orientar que as bóias de plástico causam uma falsa sensação de segurança, ou seja, muitos pais colocam bóias nas crianças e literalmente soltam as mesma na água sem nenhum tipo de supervisão.

Quanto a isto é importante destacar que o maior guarda-vidas que existe são os pais, que devem o tempo todo monitorar quem está na água por mais raso que seja.

No final de 2019 um jovem morreu em um piscina de um clube de Medianeira pois teve um problema clínico (uma possível epilepsia) que consequentemente gerou o afogamento. Por isto a supervisão deve ser contínua.

Cabe destacar ainda que na prainha de Três Lagoas, os guarda-vidas no exercício de suas funções de prevenção, ao realizar o uso do apito para advertir banhistas que avançavam para áreas perigosas eram vaiados pelos frequentadores, uma situação muito triste para aqueles que estão lá para fazer seu trabalho.

Foi feito contato com a Polícia Militar e com a Guarda Municipal que colocará agentes de segurança ao lado posto de Guarda-Vidas visando evitar tal situação constrangedora.

De outro lado, uma boa notícia é que alguns balneários da região irão contar com panfletos de orientação de prevenção contra afogamento e o mais interessante que também será contemplado na língua espanhola, um grande avanço principalmente para os turistas estrangeiros que muitas vezes não compreendem as orientações em Português.

Por fim para que tenhamos um verão seguro é importante que todos procurem se banhar em locais seguros e de preferência com a presença de profissionais para monitoramento. O lema da operação este ano é "Prevenir é salvar" de forma a buscar a excelência no serviço prestado. E se presenciar alguma emergência de afogamento chame o socorro via telefone 193 (Corpo de Bombeiros) ou 192 (SAMU) e lance qualquer objeto flutuante para a pessoa, não tente fazer um salvamento pois poderá ser outra vítima e aguarde a equipe chegar.

Por uma vida todo sacrifício é dever!

Capitão QOBM Jonatas Barrionuevo Theodoro

Coordenador da Operação Verão Costa Extremo Oeste 2019/2020

 

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Kiev Lounge Bar

(45) 9992-12114

(45) 99921-2114

Av. Brasília 2410 centro

Negão Cortes de Grama

(45) 9990-83055

(45) 99151-8919

Rua Amapá, 2550 Nazaré

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Regionais