Medianeira: Vigilância em saúde orienta sobre prevenção contra escorpiões

Confira como dicas para prevenir a presença de escorpiões e outros animais.

2.229

Publicada 14 de Janeiro, 2020 às 15:23

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Estamos na estação mais quente do ano, a época mais propicias para proliferação de mosquitos e animais peçonhentos, como escorpiões e aranhas.

Para o setor de Vigilância em Saúde, através do Setor de Endemias, há sempre uma preocupação com o risco de aumento de acidentes com animais deste tipo no verão.

A melhor maneira de se evitar a presença destes bichos em nossas residências e comércios é a prevenção.

Confira como dicas para prevenir a presenças de escorpiões e outros animais:

As medidas de controle e manejo populacional de escorpiões baseiam-se na retirada/coleta dos escorpiões e modificação das condições do ambiente a fim de torná-lo desfavorável à ocorrência, permanência e proliferação destes animais.

Na área externa do domicílio

? Manter limpos quintais e jardins, não acumular folhas secas e lixo domiciliar;

? Acondicionar lixo domiciliar em sacos plásticos ou outros recipientes apropriados e fechados, e entregá-los para o serviço de coleta. Não jogar lixo em terrenos baldios;

 ? Limpar terrenos baldios situados a cerca de dois metros (aceiro) das redondezas dos imóveis;

 ? Eliminar fontes de alimento para os escorpiões: baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados;

 ? Evitar a formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, como obras de construção civil e terraplenagens que possam deixar entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc;

 ? Remover periodicamente materiais de construção e lenha armazenados, evitando o acúmulo exagerado;

 ? Preservar os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos (corujas, joão-bobo, etc.), pequenos macacos, quati, lagartos, sapos e gansos (galinhas não são eficazes agentes controladores de escorpiões);

 ? Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões;

 ? Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes externas e muros;

 ? Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões;

 ? Rebocar paredes externas e muros para que não apresentem vãos ou frestas.

Na área interna

 ? Rebocar paredes para que não apresentem vãos ou frestas;

 ? Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha;

 ? Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas;

 ? Telar as aberturas dos ralos, pias ou tanques;

 ? Telar aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos calafetados;

 ? Manter todos os pontos de energia e telefone devidamente vedados.

Controle químico funciona? Não.

Em áreas avaliadas como prioritárias, é importante lembrar que a aplicação de inseticidas para controle de outros agravos (dengue, malária, leishmaniose, chagas, etc.) poderá aumentar a probabilidade de acidente por escorpião devido ao efeito irritante desses produtos que provoca desalojamento, eliminação de fonte de alimento e predadores. Por isso, é necessário que a população desses locais seja devidamente conscientizada quanto às medidas de prevenção de acidentes, previamente à aplicação destes produtos.

 

O que fazer para evitar o acidente escorpiônico?

? Examinar roupas (inclusive as de cama), calçados, toalhas de banho e de rosto, panos de chão e tapetes, antes do usar;

? Usar luvas de raspa de couro ou similar e calçados fechados durante o manuseio de materiais de construção, transporte de lenha, madeira e pedras em geral;

? Manter berços e camas afastados, no mínimo 10 cm, das paredes e evitar que mosquiteiros e roupas de cama esbarrem no chão;

? Tomar cuidado especial ao encostar-se a locais escuros e úmidos e com presença de baratas.

 

O que fazer em caso de acidente com escorpião?

?  Não cortar, furar ou fazer torniquete no membro afetado;

? Não sugar o local da ferida e não colocar produtos caseiros no ferimento;

? Lavar o ferimento com água e sabão;

? Manter a vítima calma e em repouso;

? Levar a vítima para atendimento médico o mais rápido possível na Unidade de Pronto Atendimento - UPA 24hs;

? Sempre que possível levar ao atendimento, junto com a vítima, o animal causador do acidente, mesmo morto, para facilitar o diagnóstico.

Segundo a  coordenadora da Vigilância em Saúde de Medianeira, Cleide Mari da Silva, os bairros onde foram encontrados esses animais são localidades com muitas construções, novos loteamentos e desmatamento. Sendo eles Bairro Condá, Vila Verde e Cidade Alta.

"Moradores nos alertaram para um possível ninho no cemitério municipal, nos realizamos uma varredura no período noturno, pois é o horário em que o escorpião sai da toca, e nossa equipe não encontrou nada. Pedimos a todos que colaborem para a prevenção da proliferação seguindo a orientações".

Dúvidas entrar em contato com Setor de endemias: 3264-8678 ou Secretaria de Saúde/Vigilância Epidemiológica: 3264-8677.

Texto: Vigilância Epidemiológica

Foto: Ministério da Saúde

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Getafi Alumínios

(45) 3264-7565

(59) 99760-007

Rua Piauí, 2075 Cidade alta

Profumo Di Casa

(45) 3264-6021

(45) 99919-4148

Av. 24 de Outubro 1277

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira