Justiça cumpre com folga meta do CNJ em São Miguel do Iguaçu

786

Publicada 27 de Agosto, 2019 às 16:24

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

A Vara Criminal chegou ao índice de 126% no cumprimento da meta do CNJ relacionada ao julgamento dos processos relacionados ao feminicídio e violência doméstica e familiar contra as mulheres.

O objetivo era identificar e julgar, até o final deste ano, pelo menos metade dos casos de feminicídio distribuídos até o final do ano passado e ainda 50% dos casos de violência doméstica igualmente distribuídos até 31/12/2018.

A boa notícia é que somente neste ano foram julgados 70 casos de Maria da Penha, o equivalente a 126,13% da meta proposta pelo CNJ até o momento, e a Comarca ainda pode elevar ainda mais o índice por conta dos meses remanescentes até o fim do ano.

Outro ponto de destaque diz respeito aos casos de feminicídio, que são os homicídios praticados contra mulheres por conta de sua peculiar situação de esposa, companheira, namorada ou envolvida em contexto doméstico ou familiar. A Comarca de São Miguel do Iguaçu zerou os casos pendentes, realizando todos os júris afetos à matéria. Os dados são da CEVID, a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Paraná. "Agradeço ao empenho de todos os servidores e operadores do Direito pelos excelentes números alcançados", disse o Dr. Ferdinando Scremin Neto, Juiz de Direito Criminal e Diretor do Foro da Comarca.

Assessoria

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Pneus Medianeira

(45) 3264-2398

(45) 99941-6371

Av. Brasilia , 710 - Centro

Ellas Fashion

(45) 9841-29484

(45) 99847-3572

Travessa Karol Wojtyla, 1811 Sala 02

VEJA MAIS NOTÍCIAS | São Miguel do Iguaçu