Polícia Militar evita que vítima caia no golpe do falso sequestro em São Miguel do Iguaçu

2.465

Publicada 02 de Agosto, 2019 às 10:59

Compartilhar:

Policiais militares de São Miguel do Iguaçu conseguiram evitar que mais uma vítima caísse no chamado "golpe do falso sequestro", comumente aplicado por telefone.

A tentativa de golpe aconteceu na manhã desta sexta-feira (02), quando os militares foram acionados por funcionários de uma agência bancária, relatando que no local havia uma mulher que dizia precisar fazer um depósito em dinheiro pois sua filha havia sido sequestrada e negociava o resgate da mesma com os criminosos.

Uma equipe policial então rapidamente se deslocou até o banco, onde segundo relato dos funcionários, a vítima teria chegado antes do horário de abertura da agência e fez sinal pedindo para entrar e poder fazer um depósito.

Os militares então conversaram com a mulher, a qual disse que teria recebido um telefonema de sequestradores, os quais estariam com sua filha e exigiam certa quantia em dinheiro para que ela fosse libertada.

Durante a conversa os policiais conseguiram então fazer contato com a filha da mulher, que é moradora de Medianeira, e esta por sua vez relatou estar em casa e que não fora vítima de sequestro. Policiais militares de Medianeira também se deslocaram ao endereço da filha, e confirmaram que de fato ela não havia sido sequestrada.

Como os bandidos agem

Segundo a PM, geralmente o criminoso liga de forma aleatória para números de telefone e informa à vítima o suposto sequestro de um parente. Os golpistas usam frases fortes, ameaçando de morte o suposto refém, causando terror psicológico em quem atende à ligação.

Quase em todos os casos os criminosos exigem que a vítima não desligue o telefone em hipótese alguma. A estratégia é manter a pessoa sem comunicação com a família, o que pode desmascarar o falso sequestro. O valor do resgate geralmente não é alto e a vítima deve sempre fazer transferência em contas bancárias abertas com nomes falsos, ou inserir créditos em telefones indicados pelos bandidos.

Para que a fraude pareça o mais real possível, é comum que um segundo criminoso se finja de sequestrado, o que faz com que a vítima revele o nome de algum parente e fortalece ainda mais o crime.

A polícia recomenda que a pessoa desligue o telefone e tente contato com o familiar, para confirmar ou não o ocorrido. Em caso de ocorrência verídica procurar a autoridade policial.

Dicas de como evitar cair no golpe

Desconfie sempre que receber uma ligação de um número privado/confidencial, ou interurbano, especialmente quando esta ligação solicitar ou exigir dinheiro, recargas para celular, documentos e informações pessoais, endereços, informações bancárias, números de cartões de crédito, senhas, etc.;

O identificador de chamadas é um ótimo recurso para a identificação de fraudes;

Jamais informe nomes ou repasse quaisquer outras informações por telefone e, em hipótese alguma, faça qualquer depósito ou transferência bancária para desconhecidos;

Em caso de assistência técnica para o aparelho telefônico, confie apenas em lojas autorizadas e devidamente identificadas;

Quanto maior o número de informações pessoais constantes na memória do telefone, mais recursos os criminosos terão em caso de perda, furto ou roubo do aparelho. 

Redação: Guia Medianeira com informações da PM

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Zito Auto Peças

(45) 3264-0373

(45) 99945-7631

Av. 24 de Outubro, 2015

Modesto Móveis

(45) 9996-69726

(45) 99966-9726

Av. Brasil. 3340 - Itaipu

VEJA MAIS NOTÍCIAS | São Miguel do Iguaçu