MP, Polícias e Poder Público definem prioridades para segurança em São Miguel e região

Um dos objetivos é centralizar o sistema 190 em uma estrutura especializada para atender São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Serranópolis do Iguaçu, Missal e Itaipulândia.

966

Publicada 17 de Julho, 2019 às 20:11

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

A gestão de equipes das Polícias, Militar e Guarda Municipal de São Miguel do Iguaçu pode ser unificada em uma Central de Operações para atendimento das ocorrências. A proposta de integração das forças policiais foi um dos temas debatidos em uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira (17/07) na Câmara de Vereadores. O objetivo é centralizar o sistema 190 em uma estrutura especializada para atender São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Serranópolis do Iguaçu, Missal e Itaipulândia.

De acordo com o comandante da 2ª Cia do 14ª Batalhão de Polícia Militar, Capitão Wilson Garcia Pereira Junior, a unificação permitiria um atendimento mais eficiente e evitaria o acúmulo de funções nos destacamentos, possibilitando um maior número de policiais nas ruas. As chamadas via 190 seriam imediatamente direcionadas às equipes no município de origem, sem afetar a agilidade do deslocamento.

"Atualmente temos em cada municípios um policial em cada turno para atender as chamadas. O modelo que temos hoje é ultrapassado, pois tudo é feito de forma manual. Com o novo sistema todo o efetivo da região será gerenciado de forma técnica e especializada", afirmou o Capitão Garcia. O comandante também ressalta que não haverá prejuízo ao solicitante, pois o local não altera a experiência da ligação. "Um exemplo: se eu abrir meu e-mail em São Miguel, Medianeira ou Curitiba, não importa. Os serviços de telemarketing funcionam da mesma forma, pois o local é irrelevante. O importante é a pessoa ser a atendida e as viaturas continuam nas ruas", explica o militar.

A criação do COPOM foi apresentada aos representantes do Ministério Público, Polícia Civil, Conselho de Segurança, Administração Municipal e vereadores de São Miguel do Iguaçu. O gerente de projetos da prefeitura, Luciane Neris, sinalizou apoio do município ao projeto. Já o Legislativo Municipal sugeriu a realização de uma audiência pública para apresentar a proposta e sanar dúvidas da população.

Durante o encontro também foi discutido o monitoramento por vídeo com a retomada da manutenção das câmeras instalados no município. Outro tema em pauta foi a efetivação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), já instituído legalmente, porém inativo por falta de espaço físico.

Durante a conversa, o Promotor de Justiça Pedro Gabriel Hayashi Almeida Machado propôs utilizar a sala de reuniões da Câmara Municipal para realização das atividades do GGI-M. O objetivo do gabinete é reunir poder público, entidades e forças de segurança para elaboração de projetos e captação de recursos para o policiamento, evitando a limitação dos recursos estaduais.

Fonte: Rádio Jornal São Miguel

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Sidy Modas

(45) 3264-0223

(45) 99800-3474

Av. Independência, 1631 Parque Independência

Circuito Instalações Elétricas

(45) 9993-50317

(45) 99935-0317

Av. Veranópolis, 2400 - Nazaré

VEJA MAIS NOTÍCIAS | São Miguel do Iguaçu