Em nove meses foram registrados 38 casos estupro de vulnerável na Comarca de São Miguel

O Delegado Francisco Sampaio, da Delegacia de São Miguel do Iguaçu falou sobre a situação que é alarmante e preocupa à todos

3.800

Publicada 03 de Outubro, 2018 às 20:31

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

O número expressivo de casos de estupro de vulnerável registrados somente nos primeiros nove meses deste ano na comarca de São Miguel do Iguaçu é alarmante e preocupa.

Um levantamento feito pelo Delegado Francisco Sampaio, titular da Delegacia da Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu, mostra que desde o começo do ano, até o mês de setembro, foram registrados 38 casos nos municípios de São Miguel do Iguaçu e Itaipulândia.

De acordo com o Delegado, o número expressivo causa ainda mais espanto quando comparado aos 24 casos registrados no mesmo período na Comarca de Medianeira, que compreende além de Medianeira, os municípios de Missal e Serranópolis do Iguaçu, e que tem população estimada em mais de 60 mil habitantes, contraposto com uma população de pouco mais de 36 mil habitantes da Comarca de São Miguel do Iguaçu.

Ainda segundo o Delegado, não é possível identificar um motivo pelo qual o número de casos em São Miguel é tão grande. Mas ele deixa um alerta à pais e mães, para que fiquem sempre atentos, pois o perigo mora ao lado, e muitas vezes dentro da própria casa, quando o abusador pode ser da própria família. "Todo cuidado com nossas crianças e adolescente é pouco", comenta.

Redação: Guia Medianeira com informações da Polícia Civil

** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Guia Medianeira pelo WhatsApp (45) 98422-1348.

Tudo Medianeira - Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Extintores Ferrari

(45) 3264-3250

(45) 99133-4393

Av. 24 de Outubro , 2086

Mil Cores Uniformes

(45) 3264-4352

(45) 99994-1284

Rua Santa Maria, 250 Conda

VEJA MAIS NOTÍCIAS | São Miguel do Iguaçu