Pastor é preso ao enviar mensagens pornográficas para criança

12.460

Publicada 26 de Julho, 2018 às 14:42

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Um pastor foi preso em flagrante na noite desta terça-feira (24), no bairro Vila Nova I, em Ponta Grossa, após enviar mensagens pornográficas para uma menina de dez anos. A mãe da criança denunciou o caso após encontrar as mensagens no celular da criança, para quem o homem também mandou uma foto nu.

Antes da prisão do homem, a mãe da vítima entrou em contato com a equipe do Tribuna da Massa e disse estar com medo de deixar a filha sozinha em casa. Além disso, a mulher afirmou que o pastor só realizava cultos naquela igreja com o intuito de ver a menina, que é integrante do coral.

Durante a troca de mensagens, o pastor tentou ganhar a confiança da menina perguntando o que ela gosta de fazer, e passou a insinuar uma 'brincadeira de casinha' virtual. Em determinado momento, após sugerir que a menina "durma abraçadinha, igual papai e mamãe fazem", o homem se mostra ciente de que a situação configura um crime. "Se eu falar muita coisa posso ir para a cadeia, podem me acusar de pedofilia", diz em uma das mensagens.

Em entrevista ao RS Polícia, o homem confessou o crime e afirma que, na verdade, a menina foi a responsável por mandar a primeira mensagem. "Eu tenho culpa por ter respondido as mensagens da pessoa mesmo sabendo que era uma criança. Várias vezes eu falei que era muito mais velho, que não tinha como acontecer. Mas eu vacilei, eu respondi, então eu tenho culpa", disse. O pastor explicou, ainda, que não sabia que a garota era da sua igreja.

"Falou que eu era legal e assim foi indo. Em dado momento começou umas palavras de besteiras. Eu acabei dando trela e acabou que 'surgiu' as conversas". Além das conversas, o homem chegou a enviar uma foto nu para a garota. "Esse que foi o maior erro meu, não tem como negar. A partir de hoje não posso ser mais pastor, tenho que largar tudo, destruí a minha vida", encerrou.

O homem foi preso em flagrante em uma ação conjunta entre a Polícia Militar (PM) e o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crime (Nucria) da Polícia Civil, a quem a mãe da vítima fez a denúncia há aproximadamente uma semana. O suspeito foi encaminhado à 13ª Subdivisão Policial (SDP).

Fonte: Massa News

Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Salão Visual Fashion

(45) 3264-6329

(45) 99916-1639

Av. Brasil, 1093

Néia Modas

() -

(45) 98822-7113

Rua Argentina, 2130

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Paraná / Brasil / Mundo