Mãe viajou mais de mil quilômetros antes de abandonar recém-nascida em mochila

Segundo a polícia, mulher saiu do Espírito Santo para procurar mãe biológica em Penápolis (SP), quando acabou dando à luz. Gestante deixou a criança com um bilhete: 'Cuide bem dela'.

2.706

Publicada 11 de Outubro, 2017 às 09:46

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

A mãe que abandonou uma criança recém-nascida dentro de uma mochila com um bilhete viajou mais de mil quilômetros de carona entre Guarapari (ES) e Penápolis (SP), onde acabou tendo o parto e abandonou o bebê. As informações são da Polícia Civil, que localizou a mãe na cidade capixaba.

"Ela veio do Espírito Santo para Penápolis, pelo que parece, tentar encontrar a mãe biológica. Ela teve o parto normal sozinha em um terreno, como não tinha como levar a criança de volta porque estava de carona, acabou a abandonando", afirma a delegada Maria Salete Cavestré.
 
De acordo com a polícia, a mulher saiu de casa e veio para o interior de São Paulo ao acreditar que a mãe biológica estava em Penápolis. Ao voltar para o Espírito Santo, a família viu que a mulher foi grávida, e voltou sem barriga, e sem o bebê.

"Ela chegou lá sem a criança e disse que tinha tido a criança em Penápolis. A família fez contato pela internet com morador de Penápolis, que confirmou que uma criança tinha sido abandonada na cidade", afirma a delegada.

A mulher deve ser ouvida pela polícia do Espírito Santo e um exame de DNA poderá ser feito para confirmar se ela é mesmo a mãe da criança. De acordo com a polícia, a mulher tem problemas psicológicos.

A criança atualmente está em um lar provisório e com o aparecimento da família biológica, a Justiça deverá decidir se a bebê fica no lar em definitivo ou se é encaminhada para a família no Espírito Santo.

O Bilhete
 
A criança foi abandonada na manhã do dia 11 de setembro em uma rua no bairro Pereirinha, em Penápolis. Ela foi deixada na frente de uma casa. Junto com a menina, havia também um bilhete escrito à mão:

"Olá, queria que vocês cuida-se [sic] da minha filha, pois não tenho condições de cuidar dela pois não tenho família e nem uma casa. Ela se chama Yasmin, por favor cuide bem dela."

De acordo com a polícia, quem encontrou a bebê foi uma mulher que passava pelo local e ouviu choro da criança. A equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e prestou os primeiros socorros.

A criança foi levada para o pronto-socorro de Penápolis e, depois, para a ala de pediatria da Santa Casa. Segundo o hospital, a criança nasceu com 39 semanas, com 44 centímetros e 2,3 quilos.

O caso vai ser investigado pela Delegacia da Mulher. A pessoa que deixou a criança no local poderá responder por abandono de incapaz.

Lar provisório
 
Depois de ter recebido alta da Santa Casa de Penápolis, a criança foi levada para um abrigo até que a família da criança fosse encontrada ou, então, a criança fosse adotada.

Mas a Justiça depois determinou que a bebê abandonada fosse encaminhada para um lar provisório. A identidade e o endereço da família que está com a criança não foram revelados. No despacho, o juiz Heber Gualberto Mendonça explicou que tomou essa decisão porque a entidade abrigo onde ela ficaria não tem vaga.

Fonte: G1


 

Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Soldar Máquinas E Equipamentos

(45) 3264-0303

Rua Paraná, 1866

Pet Shop - Espaço Animal

(45) 3264-4108

(45) 99904-1941

Rua Minas Gerais, 2047

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Paraná / Brasil / Mundo