Professores da rede estadual fazem ato público em frente ao INSS

4.219

Publicada 17 de Março, 2017 às 12:00

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Dando continuidade a Greve dos Professores da Rede Estadual, iniciada na última quarta-feira(15), na manhã desta sexta-feira (17), representantes da paralisação realizaram um ato público em frente a Previdência Social (INSS) do município. 

Este ato está sendo realizado em todo o Paraná, e fazer parte da greve geral que tem como pauta: 

Nacional

- Contra a reforma da previdência

- Contra a reforma do ensino médio

- Contra a reforma trabalhista

Estadual 

- Contra a punição a professores doentes

- Por uma nova resolução de distribuição de aula que cumpra a lei da Hora Atividade

-Também reivindicamos o reajuste da inflação (data-base), mais funcionários(as) nas escolas e manutenção dos direitos da categoria. 

Cleo Telch, professora representante do ato, falou um pouco mais sobre os objetivos gerais da manifestação: "Estamos aqui para mostras a nossa indignação com essas reformas da presidência, que é na verdade um crime que irá colocar uma grande quantidade de famílias em extrema miséria. A pauta estadual reivindica as horas atividades que foram retiradas e colocou muitos professores na rua. Ao contrário do que diz a propaganda na televisão, não aumenta o tempo que ficamos com os alunos, aumenta a quantidade de alunos que as turmas terão. Também há a punição aos professores que tiveram atestado médico nos últimos cinco anos, que faz com que esses fiquem desclassificados para pegarem aulas. E as causas dos atestados são de todas as condições. Se fosse pra punir faltas que punissem as injustificáveis".

Amanhã uma assembléia irá avaliar os três dias de greve e para programar as próximas manifestações. 

Aos paise alunos, a professora exemplifica o protesto: "Precisamos deixar claro que estamos em uma luta que é coletiva, que é dos trabalhadores, não apenas da classe dos professores. Essa reforma da previdência e a reforma trabalhista é uma luta que deve ser de todos. Entendemos que a iniciativa privada tem dificuldades de aderirem uma greve. Então, pedimos que nos apoiem e não caiam nas mentiras das propagandas da grande mídia, que dizem que estamos nessa greve em função de salários. Nossa pauta principal são as agressões que os trabalhadores desse país e desse estado estão sofrendo".

Redação Guia Medianeira. 

Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Unicesumar

(45) 3264-0487

(45) 99985-4774

Rua Sergipe, 1903

Relojoaria e Ótica Requinte

(45) 3264-2641

Av. Brasília , 1166

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Medianeira