Manaus registra 12 homicídios após rebelião e fugas de presos

1.910

Publicada 06 de Janeiro, 2017 às 09:35

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Após a rebelião que deixou 60 mortos e levou à fuga de mais de 180 presos em Manaus entre domingo (1) e segunda-feira (2), Manaus registra agora uma onda de violência. Ao menos 12 pessoas foram assassinadas na cidade entre quarta (4) e sexta-feira (6). Somente nesta madrugada, quatro corpos deram entrada no Instituto Médico Legal, o IML. As informações são do Bom Dia Brasil.

Nesta quinta (5), dezenas de peritos fizeram uma mobilização para denunciar a desvalorização da categoria e as condições de trabalho no IML que, de acordo com eles, é precária. Segundo os servidores, houve falta de gazes, luvas e outros materiais para trabalhar no dia da chacina no presídio, no domingo (1º).

A rebelião aconteceu no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). O motim durou mais de 17 horas e foi considerado pelo secretário como "o maior massacre do sistema prisional" do Estado. Inicialmente o Governo havia confirmado 60 mortes. A última contagem, nesta segunda-feira (2), foi 56 corpos. Na tarde de segunda (2), outros quatro presos morreram na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Zona Leste de Manaus.

Fonte: G1.

Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

F. A. Colchões - Meu Colchão

(45) 3264-2045

(45) 99915-2009

Av. Brasilia, 1543 Centro

Funerária São Gabriel

(45) 3264-2022

(45) 99919-8010

Rua Sergipe, 2130

VEJA MAIS NOTÍCIAS | Paraná / Brasil / Mundo