Abrace sua mãe enquanto a vida permitir

Revista Guia
18 de Maio, 2017 297

Publicado em: 18/05/2017 às 14:13

Nas reportagens especiais sobre o mês das mães, contamos a história de Maria Stroparo, que perdeu sua mãe há alguns anos. 

O principal intuito era a valorização de nossas rainhas, que tanto fazem por nós, e que tanto são importantes para sermos quem somos. 

Mas o mais incrível dessa história foi a superação da família de Maria, que com muita união e amor, lembraram e lembram, diariamente, sobre o legado que Silvia deixou em nosso universo. 

E para completar, uma lista completa daquilo que todos nós já deveríamos saber, mas que é sempre bom lembrar:

Conselhos: 

. Não espere ela pedir, ofereça antes.
. Não reclame, apenas abaixe a cabeça, pois ela sempre está com a razão. Pode até ser que não, mas... Você é inferior. Se ela diz que está, então você está. Não espere que ela se vá para todo o sempre para aceitar isso.
. Não duvide. Vindo dela sempre será a mais pura verdade!
. Não bata o pé! Bata palmas para tudo que for feito por ela.
. Não rejeite a presença de sua mãe, pois nada nem ninguém irá compensar a ausência dela.
. Não seja impaciente com os momentos depressivos dela, pois, você talvez seja a causa disso e, mesmo que não seja, tente ser, além de filho, amigo, e dê o que ela precisa; atenção, carinho, etc.
. Nunca pense que os favores que são pedidos por ela têm como objetivo te fazer de escravo “só pelo fato dela ter te posto no mundo”. Você tem uma dívida com sua mãe no valor de R$ ser 1 bom filho. 
. Nunca rejeite os carinhos e os conselhos. Todos eles são dados para te fazer feliz e para te proteger, nem que para isso ela tenha que fazer o possível e o impossível. 

Não valoriza apenas em datas comemorativas, amar e cuidar de sua mãe é algo que precisa acontecer todos os dias. Seja grato, e demonstre tudo isso a ela. 

Quer ler mais história como esta? Assine a Revista Guia!

A nossa história começa com a sua!!!

Envie suas fotos ou notícias para o Guia! 045 8422 1348