Quanto mais colorido, melhor!

621

Publicada 20 de Setembro, 2017 às 14:19

Compartilhar:
>> publicidade : ver novamente <<

Quando falamos em nutrição e saúde, a variedade do que você come é muito importante. Você já ouviu dizer que refeições nutritivas são aquelas que reúnem diversas cores? Pois bem, as vitaminas, minerais e fitoquímicos dos alimentos estão em suas cores. Por isso nós nutricionistas sempre insistimos tanto para que haja muita cor no prato.

 

Mas como sei quais nutrientes estou ingerindo com cada cor? Vamos entender:

 

Vermelho e roxo: ricos em antocianinas (que lhes conferem o pigmento), atuam na prevenção de doenças cardíacas e infarto, inibindo a formação de coágulos e também reduzindo o colesterol.

Exemplos: repolho roxo, beterraba, berinjela com casca, cereja, ameixa, uva rubi.

Vermelho: alimentos ricos em licopeno, que lhes confere a coloração vermelha característica e que tem propriedades antioxidantes importantes, principalmente no que se refere à prevenção de câncer de próstata e de mama.

Exemplos: tomate, goiaba, melancia, morango.

Laranja/amarelo: ricos em xantofilas e criptoxantinas, possuem ação  protetora das células. Também são ricos em fibras, que melhoram o funcionamento intestinal, prevenindo a constipação (prisão de ventre).

Exemplos: nectarina, laranja, mamão, papaya, pêssego, abacaxi, maracujá.

Laranja: estes são ricos em betacaroteno, que é precursor da vitamina A. A substância atua na saúde da pele, cabelos e olhos.

Exemplos: manga, tangerina, cenoura, abóbora, pêssego.

Verde e amarelo: possuem carotenóides que estimulam o sistema imunológico, previnem processos inflamatórios da pele e desenvolvimento da catarata, além de degenerações que comprometam a visão.

Exemplos: alface, mostarda (folhas), abobrinha, vagem, ervilha, ervilha-torta, pepino com casca, abacate, kiwi, milho.

Verde: os vegetais de folhas verdes escuras são ricos em ferro e auxiliam na prevenção da anemia, principalmente se consumidos com alimentos ricos em vitamina C. Eles também possuem a vitamina K, cuja ação é anti-hemorrágica. Além disso, possuem princípios ativos que estimulam a produção de enzimas a nível hepático com ação anti-cancerígena.

Exemplos: brócolis, couve, couve-flor, couve de bruxelas, espinafre, escarola, salsinha.

Branco e verde: este é um grupo de alimentos ricos em flavanóides, com ação anticancerígena. O alho, por exemplo, é rico em alicina e a cebola em quercetina, que tem ação protetora do sistema cardiovascular, analgésica e anti-inflamatória.

Exemplos: acelga, endívia, erva doce, salsão, alho poró, cebolinha, cebola, alho, cogumelos.

Em resumo: os alimentos de cor roxa são mais ricos em antocianidinas, enquanto os vermelhos e alaranjados esbanjam vitamina A e carotenoides. Já os verdes possuem bastante ferro e cálcio, e os brancos têm mais quercetinas.

Pos isso o importante é variar sempre e não ter preguiça de caprichar nas refeições!

 

Dra Kelen Nadaleti

Nutricionista Funcional e Estética

CRN 4309

Guia Empresarial

Lista telefônica empresarial

Disk Gelo em Cubo

(45) 9986-14346

(45) 99861-4346

Av. Soledade, 2200

Jóia Ótica e Relojoaria

(45) 3264-3002

(45) 99980-2330

Av. Brasilia, 1213